quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Rocambole de Carne Moída



Direto do caderno de receitas da minha mãe, trago essa delícia de carne moída - fácil, prática e deliciosa.

Ingredientes:

500 gramas de patinho moído
1 pacote de sopa creme de cebola
Sal, pimenta e cheiro-verde a gosto
2 colheres (sopa) de farinha de rosca
10-12 fatias de bacon
Cerca de 200 gramas de presunto
Cerca de 200 gramas de muçarela

Modo de preparo:

Em uma tigela, misture bem a carne moída com a sopa de cebola, os temperos e a farinha de rosca. Pegue um plástico grande e  abra a carne por cima dele, formando um retângulo de mais ou menos 0,5 cm de espessura. Coloque fatias de presunto e muçarela, deixando mais ou menos 1 cm de borda livre em todo o retângulo para o recheio não vazar ao assar e para facilitar ao fechar. Enrole o rocambole, apertando e modelando bem. Coloque as fatias de bacon por cima, deixando as extremidades voltadas para baixo (as fatias são menores do que a espessura do rocambole, não dá para "enrolar" o bacon de fato). Leve para assar em uma forma untada com óleo até o bacon dourar (não fica crocante) e a carne ficar levemente corada. Sirva imediatamente.

Dicas:

Eu não coloco sal, pois o creme de cebola já é bem temperado. Faça como for do seu costume.
O tempo de forno depende do modelo de cada fogão. Cheguei a virar o rocambole durante alguns minutos para que o bacon ficasse mais dourado na parte de cima (meu forno não tem dourador).
Se tiver uma forma antiaderente, melhor.
Minha mãe coloca o bacon por dentro, junto com o presunto e com o queijo. Por fora, ela passa bastante maionese (importante para não ficar seco).

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Croquete de Carne


Eu gosto muito desses bolinhos de carne, mas nunca tinha tentado fazer. Achei essa receita lá no blog Cozinha Dal Bó e resolvi experimentar. Tem sobrinha de carne na geladeira? Então não perde tempo e corre para fazer!

Ingredientes:

300 gramas de carne de porco (eu usei filé mignon suíno assado que já estava pronto na geladeira)
1 cebola pequena, picadinha
1 dente grande de alho, amassado
Azeite para refogar (cerca de 1 colher de sopa)
1/2 xícara (chá) de leite
2 colheres (sopa) cheias de farinha de trigo
Cheiro-verde a gosto
1 ovo
Farinha de rosca para empanar
Óleo para fritar

Modo de preparo:

Pegue carne já pronta, pique e passe pelo processador (se você não tiver um processador, pode usar o liquidificador (se for potente), colocando a carne aos poucos para bater; ou desfie na mão mesmo, mas tem que ficar bem miudinha). Reserve. Em uma tigela, coloque a farinha de trigo e o leite e misture bem com um fouet (se você não tem o batedor de arame, faça essa etapa no liquidificador senão seu creme vai ficar cheio de pelotas). Em uma panela, coloque o azeite e refogue a cebola. Quando ela estiver murcha, junte o alho, sem deixar dourar. Coloque a carne desfiada e mexa bem. Acrescente a mistura de leite e farinha, sem parar de mexer. A massa deve ficar com consistência firme, porém úmida. Você pode precisar acrescentar mais leite ou mais farinha. Quando obtiver a textura desejada, desligue o fogo e deixe esfriar um pouco. Modele os croquetes (a massa com a textura certa não gruda nas mãos), passe no ovo batido e depois na farinha de rosca. Frite em imersão com o óleo bem quente. Escorra em papel absorvente e sirva.

Dicas:

Se sua carne já estiver bem temperada, não precisa adicionar sal nessa receita.
Pode usar carne de boi também, assada ou feita na panela.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Torta de Repolho



Direto do caderno de receitas da minha mãe (e se chamava "bolo de repolho", mas achei mais interessante chamar de "torta". Também lembra um suflê, já que é bem leve e fofinha). Incrível como essas receitas conseguem fazer ingredientes simples virarem estrelas. Delícia!

Ingredientes:

1/2 repolho cru picado fino (1 prato fundo)
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de óleo
1 colher (sopa) de fermento em pó
4 claras em neve
4 gemas
1 cebola grande picadinha
3 tomates picados (sem pele e sem sementes)
1 pimentão picadinho
Sal, pimenta e cheiro-verde a gosto

Modo de preparo:

Bater no liquidificador (pode também misturar com um fouet) o leite, o óleo, a farinha, metade do queijo e as gemas. Desligar o liquidificador, temperar a gosto e acrescentar o fermento. Misturar. Juntar o repolho, tomate, cebola e o pimentão (todos crus). Adicionar as claras delicadamente e despejar em uma assadeira untada. Polvilhar a metade que sobrou do parmesão. Levar para assar em forno brando (preaquecido) até dourar e, ao espetar um palito, este deve sair limpo.

Dicas:

Eu acho que não há necessidade de cozinhar o repolho antes do procedimento (desde que picado bem fino). Mas se você preferir, pode fazer um refogado com os legumes. Só lembre que essa mistura não pode ser colocada quente na mistura da massa.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

O bolo de aniversário do Lucas



Primeiro bolo de andar que faço. Apesar de parecer, não é tão trabalhoso assim. Os requisitos são recheios firmes, assim como a cobertura. A ideia da decoração eu peguei da internet, e por não usar pasta americana e nem trabalhos com bicos, é simples de fazer. Fica lindo na mesa!

Ingredientes:

Para o bolo maior (25 cm):
6 ovos
225 gramas de açúcar
125 gramas de água
125 gramas de óleo
45 gramas de chocolate em pó
225 gramas de farinha de trigo
15 gramas de fermento em pó

Recheios:
Doce de leite (para o primeiro recheio) - usei aproximadamente 1,2 kg (3 potes)
300 gramas de chocolate (eu uso metade meio amargo e metade ao leite)
80 gramas de nutella
100 gramas de creme de leite (de caixinha)
1 caixinha de chantilly batido

Para o bolo menor (20 cm):
4 ovos
150 gramas de açúcar
100 gramas de água
100 gramas de óleo
30 gramas de chocolate em pó
150 gramas de farinha de trigo
10 gramas de fermento em pó

Recheios (doce de leite e mousse de nutella):
Doce de leite (para o primeiro recheio) - usei aproximadamente 800 g (2 potes)
200 gramas de chocolate (eu uso metade meio amargo e metade ao leite)
60 gramas de nutella
75 gramas de creme de leite (de caixinha)
150 mL de chantilly batido (caixinha)

Para a cobertura e decoração:
1 e 3/4 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
300 gramas de chocolate picado (eu uso metade ao leite e metade meio amargo)
3 kit kats
2 barras de chocolate ao leite
chocolate em pó

Modo de preparo:

Para os bolos:
Bata muito bem os ovos com o açúcar até ficar uma mistura volumosa e clara (cerca de 10 minutos). Coloque a batedeira na velocidade mínima e junte o óleo e a água. Deixe bater só para misturar. Peneire a farinha e o fermento e vá acrescentando na massa aos poucos enquanto mistura delicadamente. Leve para assar nas formas de aro ou fundo removível, sem untar as laterais (eu coloco apenas uma folha de papel toalha no fundo). Deixe assar até passar no teste do palito, retire e deixe esfriar completamente.

Para o recheio de mousse de nutella:
Derreta o chocolate como preferir. Junte o creme de leite e a nutella. Misture o chantilly batido ao creme frio, mexa delicadamente até ficar homogêneo.

Para a cobertura:
Misture todos os ingredientes em uma panela de fundo grosso e leve ao fogo médio até ficar no ponto de brigadeiro mole. Espere ficar morno antes de cobrir os bolos.

Para a montagem e decoração:
Monte os bolos nas próprias formas onde foram assados, forrando cada uma com um plástico para ajudar a desenformar. Molhe as massas com uma calda (eu gosto de usar uma mistura de leite condensado com água, na proporção de 1:1, ou seja, se usar 50 mL de água, coloque 50 mL de leite condensado). Corte os bolos em 3 partes, molhe as massas, recheie com o doce de leite, coloque outra massa, molhe, recheie com a mousse e termine com a última parte de massa. Feche os plásticos e leve para gelar por pelo menos 6 horas (eu deixo de um dia para o outro). Desenforme o bolo maior já no prato de servir. Cubra-o totalmente com o brigadeiro mole. Coloque o bolo menor por cima, porém descentralizado - isso é importante porque queremos um espaço entre eles para colocar a decoração. Se você colocar no centro, não vão caber os pedaços de chocolate e os brinquedos. Cubra o bolo menor com o brigadeiro. Processe as barras de chocolate, separando alguns quadradinhos para decorar as laterais, e alguns pedaços processados mais grosseiramente. Cubra todo o bolo com o processado mais fino (faça ficar como uma "terra" mais grossa). Na parte onde há maior espaço, coloque os brinquedos e faça a cascata de kit kats picados. Coloque chocolate em pó no prato, fazendo o efeito de "terra fina".

Dicas:

Os brinquedos devem estar completamente limpos antes de serem aplicados no bolo. Esses eu comprei só para isso.
É importante usar um doce de leite firme para que não escorra enquanto estiver exposto na mesa. Eu gosto muito do doce de leite da marca Viçosa.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Pão de queijo de 3 ingredientes


Gente, receitinha que salva quando dá aquela vontade de comer um pão de queijo! Boa para quem quer algo prático e/ou não sabe fazer o pão tradicional. Fica muito parecido com o pão de queijo preparado com polvilho escaldado que é feito com ovos e tal, sem contar a facilidade.  Essa receita rola pela internet faz tempo. Olha como é fácil:

Ingredientes:

1 caixinha de creme de leite
250 gramas de polvilho doce (usei mistura de polvilho doce e azedo, meio a meio)
200 gramas de queijo (usei meia cura, mas pode ser qualquer queijo)
Sal

Modo de preparo:

Ralar o queijo e misturar com o polvilho e o creme de leite. Acerte o sal, faça bolinhas (a massa fica bem macia, sem grudar nas mãos) e coloque para assar (forno preaquecido) em uma forma untada com óleo. Sirva imediatamente.

Dicas:
Eu acho que o pão de queijo feito só com polvilho doce fica meio "puxento" demais para o meu gosto, então prefiro misturar os polvilhos (cada polvilho interfere de uma forma na receita do pão de queijo - o polvilho azedo faz crescer mais, enquanto o doce faz ficar mais puxento). Nunca testei só com polvilho azedo pois acho que a mistura funciona para mim.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Anéis de Cebola com Queijo


Olha gente, não vou mentir: essa receita é muito chata de fazer! Mas o que tem de chata, tem de gostosa. Vi o vídeo do Tastemade que estava rodando no Facebook e tive que testar. Parece fácil mas não é: as cebolas quebram muito facilmente, o queijo sai, o empanamento (que eu já não gosto de fazer) faz aquela meleca... mas enfim, de vez em quando rola, principalmente porque é muito bom.

Ingredientes:

Cebolas grandes (eu usei 4, apenas as rodelas do meio. Guardei os anéis menores e os que se quebraram para outros fins)
Muçarela para rechear
2 ovos batidos
Farinha de trigo para empanar
Farinha de rosca para empanar
Óleo para fritar

Modo de preparo:

Corte as cebolas em rodelas grossas. Retire os anéis, separando-os de 2 em 2. Corte um pedaço de muçarela da mesma espessura que o anel de cebola que você cortou e insira-o entre os dois anéis (se não entender, clique no link do Tastemade acima para ver o vídeo). Passe o anel recheado pela farinha de trigo, depois pelos ovos batidos e finalmente pela farinha de rosca. Frite em óleo quente até dourar. Escorra em papel absorvente e sirva.

Dicas:

Tempere a farinha de rosca com um pouquinho de sal e pimenta, fica ótimo!

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Bolo de Maçã



Nunca tinha feito bolo de maçã e essa receita foi um achado! A textura da massa fica ótima e o gosto, bem suave. Tem maçã sobrando em casa? Então já sabe onde usar!
Fonte: Edu Guedes

Ingredientes:

1 xícara (chá) de óleo
3 ovos
2 maçãs com casca picadas
2 xícaras (chá) de açúcar
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de canela
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo:

Em um liquidificador, coloque as maçãs picadas, o óleo e os ovos. Bata bem até ficar um líquido homogêneo. Junte o açúcar e bata mais um pouco. Despeje em uma vasilha grande e misture com um fouet a farinha, a canela e o fermento peneirados. Coloque para assar em uma forma untada e enfarinhada (forno preaquecido) até passar no teste do palito. Espere esfriar e desenforme.

Dicas:

Se quiser, faça uma cobertura: misture 1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro com 1 colher (chá) de canela e 1 a 2 colheres (sopa) de leite. Espalhe sobre o bolo.
Também fica bom polvilhar uma mistura de açúcar e canela por cima do bolo quente.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Cupcakes Nega Maluca


Receita coringa de bolo de chocolate lá do livro do Caio Novaes. Pode fazer em forma de cupcakes (com ou sem recheio - esses estão sem recheio, mas fartos de cobertura!) ou em uma forma média a grande porque o bolo rende bastante. Olha como é fácil e rápido:
Fonte: As famosas receitas do Ana Maria Brogui (p. 148).

Ingredientes:

Para o bolo:
250 gramas de farinha de trigo
400 gramas de açúcar
100 gramas de chocolate em pó
250 mL de óleo
120 mL de água fervendo
4 ovos
1 colher (sopa) de fermento

Para a cobertura:
1 lata de leite condensado
170 gramas de chocolate ao leite e/ou meio amargo (eu uso uma mistura dos dois para não ficar muito doce)
1 caixinha de creme de leite

Modo de preparo:

Misture em uma tigela a farinha, o açúcar, o chocolate e o óleo. Depois, adicione a água fervente e mexa. Acrescente os ovos, o fermento e misture até a massa ficar homogênea. Despeje em formas para cupcake ou em uma assadeira untada e enfarinhada e leve para assar em forno preaquecido até passar no teste do palito.

Para a cobertura:
Leve tudo ao fogo médio em uma panela de fundo grosso e mexa até ficar em ponto de brigadeiro mole. Espere ficar morno (a cobertura vai ganhar mais consistência enquanto isso) e coloque por cima dos cupcakes.

Dicas:

A receita rende cerca de 24 cupcakes. Dependendo de quanta cobertura você colocar, talvez essa quantidade não seja o suficiente para cobrir todos. Eu fiz apenas 6 cupcakes (1/4 da receita) e metade da receita da cobertura, pois gosto com muuuuito brigadeiro.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Pizza Invertida



Adoro essas receitas criativas! Essa passou no programa da Ana Maria Braga - trata-se de uma pizza feita "de cabeça para baixo", ou seja, primeiro você coloca os ingredientes do recheio em um refratário e depois cobre com a massa! Muito gostosa, diferente e fácil.
Fonte: Mais Você (Nathalia, obrigada pela dica!).

Ingredientes:

Para a massa:
175 gramas de farinha de trigo (cerca de 1 e 1/2 xícara (chá) não muito cheia)
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de fermento biológico seco
6 colheres (sopa) de água morna
1 colher (sopa) de azeite

Para o recheio:
200 gramas de muçarela em fatias
200 gramas de presunto em fatias
Palmito a gosto (usei meio vidro grande)
Ervilhas a gosto (usei cerca de 100 gramas)
Molho de tomates a gosto
Catupiry a gosto
Orégano

Modo de preparo:

Para a massa:
Misture todos os ingredientes, acertando o ponto da massa com a água. Quando formar uma bola, amasse muito bem (cerca de 5-7 minutos) e deixe descansar em lugar abafado por mais ou menos 1 hora.

Para a montagem:
Pegue uma forma que possa ir ao forno. A Ana Maria fez em cumbucas individuais (eu até tenho algumas, mas como não sei se podem ir ao forno usei uma forma de porcelana para torta). Unte esse refratário com manteiga e espalhe uma grossa camada de muçarela (precisa ser bastante mesmo para fazer uma espécie de "cama" para o recheio não queimar e nem escapar na forma). Coloque depois o presunto, o palmito, as ervilhas, o catupiry e finalize com o molho (eu até dispensaria o molho, fique à vontade!) e orégano. Estique a massa e cubra toda o recheio, grudando a beirada da massa no lado de fora da forma. A massa não pode ser fininha! Leve para assar em forno preaquecido até dourar. Retire, passe uma faca para soltar as beiradas da massa e desenforme cuidadosamente, virando sobre o prato que vai servir.

Pizza crua pronta para ir ao forno

Pizza já assada, pronta para desenformar

Dicas:

A receita de massa que a Ana Maria faz é outra. Resolvi fazer essa porque eu queria uma quantidade que desse certinha na minha forma e não sobrasse. A que passou no programa é grande e rende muito. Minha forma de porcelana tem 20 cm.
O recheio pode ser o que você quiser. Os únicos requisitos são ter bastante muçarela, fazendo aquela "caminha" que expliquei acima; e evitar ingredientes que soltam água, como tomates por exemplo. Eu achei desnecessário o molho, pois a muçarela solta líquido enquanto a pizza assa.
Coloque uma outra forma qualquer por baixo para evitar que o recheio queime antes da massa terminar de assar.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Canelone de Abobrinha


Eu gosto muito dessas "receitas que enganam" - para mim, é uma forma de transformar algum legume insosso em algo realmente gostoso. Tenho certeza de que muita gente comeria esse canelone sem saber que a massa é na verdade uma fatia de abobrinha bem fininha sem nem desconfiar. E olha só como é fácil de fazer:

Ingredientes:

1 abobrinha grande
10 fatias de presunto
10 fatias de muçarela
Requeijão cremoso (o quanto baste)
Molho de tomates (pode usar algum pronto ou caseiro)
Queijo parmesão para polvilhar

Modo de preparo:

Corte a abobrinha crua em fatias bem finas (o número de fatias vai depender do tamanho da abobrinha). Tempere cada uma com sal e pimenta. Então corte a fatia de presunto e a de queijo de forma que cada pedaço cubra totalmente a fatia de abobrinha, assim:


Coloque cerca de 1 colher de chá de requeijão em uma das extremidades, e enrole a fatia a partir dessa ponta, até formar um rolinho:


Faça isso até terminar as fatias de abobrinha. Disponha os rolinhos em um refratário e cubra com molho de tomates. A quantidade de molho deve cobrir bem os rolinhos (não precisa fazer uma piscina de molho, mas deve haver uma quantidade suficiente para cozinhá-los - se chegar até a metade deles, já está bom). Polvilhe parmesão e leve para assar em forno médio (preaquecido) até que as abobrinhas fiquem macias.

Dicas:

O molho não pode estar muito grosso, pois os canelones irão cozinhar nele; também não pode ser tão ralo, pois a abobrinha vai soltar água nesse molho enquanto cozinha, deixando-o ainda mais ralo). Se for usar molho pronto, coloque mais ou menos 1/2 xícara de água para cada lata ou sachê de molho utilizado.
Pode variar os recheios - outros tipos de queijos; queijo com frango; queijo com carne; etc.

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Cheesecake de Nozes



A ideia surgiu de um post no facebook lá da página do Tastemade. Na verdade, era para ser uma cheesecake de bombom Ferrero Rocher, mas acreditem, no dia que resolvi fazer não encontrei o bendito bombom para comprar. Daí fiz uma adaptação com nozes e deu muito certo. Nessa receita, também chamou minha atenção o fato da base ser feita com Sucrilhos, fica crocante e bem diferente do usual.

Ingredientes:

200 gramas de flocos de milho
70 gramas de manteiga sem sal derretida
4 colheres (sopa) de cacau em pó - usei chocolate em pó
200 gramas de nozes
500 gramas de cream cheese
2 caixinhas de creme de leite
85 gramas de açúcar
½ colher (chá) de essência de baunilha
1 barra (170 gramas) de chocolate meio amargo

Modo de preparo:

Triturar os flocos de milho, juntar a manteiga derretida e o cacau (ou chocolate) em pó. Forrar o fundo de uma forma (22-25 cm) de aro removível e levar para a geladeira por cerca de 30 minutos. Processar as nozes, juntar o cream cheese, o açúcar, 1 caixa de creme de leite e a baunilha e bater até que os ingredientes se incorporem. Despejar sobre a base e nivelar com uma espátula. Levar para a geladeira até o creme firmar (cerca de 2 horas). Derreter o chocolate junto com o creme de leite e colocar sobre a torta. Levar novamente para a geladeira por mais 2 horas. Deserformar e servir gelado.

Dicas:

Se você quiser fazer a cheesecake com os bombons Ferrero, basta substituir as nozes por avelãs; e colocar 8 bombons por cima da torta já finalizada.
A base com sucrilhos é crocante e diferente, mas eu sinceramente prefiro a base comum com biscoitos tipo "maizena/maria". Se você quiser substituir a base, use cerca de 200 gramas de biscoitos.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Bolinho de Mandioca com Carne


Sobrou carne de churrasco ou até mesmo qualquer sobrinha de carne e você não sabe o que fazer com ela? Então já tem uma opção. Esse bolinho delícia de mandioca pode ser feito com qualquer carne. Evita o desperdício e você ainda tem uma opção diferente para usar as sobras, ao invés de tacar tudo no molho do macarrão (confessa que você faz isso - eu faço! rsrs).

Ingredientes:

500 gramas de mandioca cozida
Sobras de carne (eu usei sobras de carne de porco - uns 200-250 gramas mais ou menos)
1 gema
1/2 cebola picadinha
Cheiro-verde a gosto
Sal e pimenta a gosto
Farinha de rosca para empanar
Óleo para fritar

Modo de preparo:

Processe as sobras de carne até ficar tudo uniforme. Reserve. Amasse a mandioca cozida ainda quente. Junte a carne, a cebola, o cheiro-verde, a gema e os temperos. Misture tudo muito bem com as mãos (se você tiver um moedor em casa, pode passar a massa uma vez nele - ajuda a dar liga e deixa o bolinho mais uniforme; se você não tem, não tem problema porque o bolinho dá certo do mesmo jeito, provavelmente terá apenas um aspecto mais rústico). Unte as mãos com óleo e faça bolinhas médias. Empane com a farinha de rosca e frite em óleo quente.

Dicas:

Cuidado na hora de temperar a massa. Dependendo da sobra de carne que você usou, pode ser que precise de bem pouco sal.
Pode usar mais de 1 tipo de carne no bolinho. Se você não tem processador de alimentos, triture a carne no liquidificador ou na faca mesmo (tem que ficar muito bem picada, dá trabalho mas não é impossível).
Essa receita rende mais ou menos 25 bolinhos.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Bolo Chiffon de Laranja



Um arraso esse bolo que achei no blog do Richie, A Cozinha Coletiva. Quem não conhece, vale muito dar uma passada por lá. As fotos são de profissa e as receitas são um encanto. A receita original era com tangerina, mas fiz com laranja mesmo porque era o que eu tinha em casa. O sabor fica bem suave e é absurdamente macio. Entrou para a lista dos meus bolos preferidos.

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de farinha de trigo, menos duas colheres (sopa) - meça a xícara e retire as colheres da farinha medida
2 colheres (sopa) de amido de milho
4 colheres (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de sal
1 e 1/2 xícaras (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de óleo de girassol, canola ou outro óleo vegetal sem sabor
6 gemas em temperatura ambiente
2 colheres de sopa bem cheias de raspas da casca da laranja (ou tangerina)
1/2 xícara (chá) de suco de laranja natural, espremido na hora
1/4 de xícara (chá) de água gelada
6 claras em temperatura ambiente
1/4 de colher (chá) de cremor tártaro - se não encontrar, não use
 Açúcar de confeiteiro para polvilhar
 
Modo de preparo:
 
Preaqueça o forno a 180ºC. Peneire juntos, em uma tigela grande, a farinha, o amido, o fermento, o sal e 1 xícara do açúcar. Peneire a mistura mais uma vez. Faça uma cavidade no meio da mistura de farinha e junte o óleo, as gemas, as raspas e o suco de tangerina e a água gelada. Bata com um fouet até a massa ficar lisa e homogênea.
Na batedeira, em velocidade médio-alta, bata as claras com o cremor tártaro até conseguir picos moles. Com a batedeira ligada adicione a 1/2 xícara de açúcar restante aos poucos, colherada por colherada, até que o merengue alcance picos firmes e fique liso e brilhante. 
Adicione metade do merengue à massa e misture, com uma espátula ou colher grande, delicadamente, fazendo movimentos circulares de cima para baixo. Junte o restante do merengue e incorpore da mesma forma, sem misturar demais.
Passe a massa para uma fôrma de bolo chiffon de 25 cm untada e enfarinhada (eu não tenho essa forma especial, usei uma forma comum com furo no meio). Leve ao forno até que, enfiando um palito no centro, ele saia limpo. Não deixe assar demais. Retire do forno e espere esfriar completamente antes de desenformar. Passe o bolo para o prato de servir e polvilhe com açúcar de confeiteiro. 
 
Dicas:
 
Fiz metade dessa receita porque o bolo é bem grande.
Acho que este bolo dá certo e fica muito com qualquer suco cítrico! Experimenta!

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Sopa de grão-de-bico com linguicinha


Para aproveitar o curto período de frio que faz aqui no RJ nessa época do ano, essa é uma boa pedida. Diferente do básico/trivial e deliciosa.
Fonte: Cozinha Prática

Ingredientes:

2 latas de grão de bico*
2 tomates italianos maduros
1 cenoura
1 talo de salsão (cerca de 1/2 xícara (chá) picado fino) - usei alho poró, pois não encontrei o salsão no dia
1/2 cebola
1 dente de alho
1 litro de água (aproximadamente)
1/2 colher (chá) de cominho em pó
1 colher (chá) de páprica doce
1 folha de louro (não coloquei)
200 g de linguiça aperitivo (cerca de 8 linguiças)
azeite a gosto
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de preparo:

Faça o pré-preparo: passe o grão-de-bico por uma peneira e deixe escorrer bem a água. Em uma tigela, reserve uma xícara (chá) dos grãos para a finalização (essa porção é para decorar a sopa; eu preferi não colocar e usei todo o grão-de-bico no creme). Descasque e pique fino a cebola e o alho; descasque e corte a cenoura em cubinhos; descarte as folhas e corte o talo do salsão em cubinhos; lave, seque, descarte as sementes e corte os tomates em cubinhos. Leve ao fogo médio uma panela média para aquecer. Regue com 1 colher (sopa) de azeite, junte a cebola, a cenoura e o salsão (ou alho poró) picados. Tempere com uma colher (chá) de sal e refogue por cerca de 3 minutos, até murchar. Acrescente o tomate e mexa bem, pressionando com a espátula, até formar uma pastinha. Junte o alho, o cominho, a páprica, a folha de louro e mexa por apenas 1 minuto para perfumar. Adicione 2 xícaras (chá) do grão-de-bico, regue com 1 litro de água, misture e deixe cozinhar em fogo médio (aqui é interessante colocar a água com cuidado. Eu coloquei o suficiente para cobrir os ingredientes - usei uns 800 mL). Quanto mais água você colocar, mais rala vai ficar a sopa depois de pronta). Assim que ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar por mais 20 minutos. Enquanto isso prepare os ingredientes para a finalização. Leve ao fogo médio uma frigideira de preferência antiaderente. Quando aquecer regue com um fio de azeite, coloque as linguiças inteiras e junte a xícara (chá) de grão-de-bico reservado. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, por cerca de 10 minutos até dourar. Desligue o fogo, transfira as linguiças para uma tábua e corte em fatias finas. Reserve o grão-de-bico dourado na frigideira. Passado os 20 minutos do tempo de cozimento da sopa desligue o fogo. Descarte a folha de louro e transfira a sopa para o copo do liquidificador. Bata até ficar lisa e cremosa, e se necessário, coloque mais água quente de acordo com a cremosidade que você preferir. Sirva a seguir com a linguicinha fatiada e o grão-de-bico dourado.
 
Dicas:
 
*Usei grão de bico in natura já que era o que eu tinha em casa. Deixei de molho de um dia para o outro, troquei a água e cozinhei na pressão por cerca de 35 minutos.
Essa quantidade serve muito bem 2 pessoas.
Se preferir, pode usar bacon no lugar da linguicinha. Ou os dois :-D

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Torta Alemã com Doce de Leite



Torta alemã é minha sobremesa preferida. Essa que trago hoje não é a receita original, já que cobri com doce de leite ao invés da tradicional calda de chocolate. Não sei dizer qual é mais gostosa. Já postei outras tortas semelhantes no blog, porém modifiquei um pouco o jeito de fazer e acho que ela fica bem melhor com esse novo modo de preparo.

Ingredientes:

1 tablete de manteiga sem sal em temperatura ambiente (200 gramas)
250 gramas de açúcar refinado
1 lata de creme de leite sem o soro
1 caixinha de chantilly bem gelado (siga instruções da caixa)
1 pacote de biscoitos tipo "maizena"
Leite para passar os biscoitos
Doce de leite de excelente qualidade

Modo de preparo:

Primeiro, bata o chantilly conforme instruções da embalagem e reserve (eu deixo o chantilly firme, mas não muito). Bata muito bem a manteiga com o açúcar peneirado, até ficar um creme clarinho. Desligue a batedeira e junte o creme de leite, cuidadosamente e aos poucos. Misture devagar o chantilly batido até ficar homogêneo. Pegue uma forma redonda (20 cm) e forre um plástico (vai ajudar a desenformar). Passe os biscoitos rapidamente pelo leite e faça uma camada no fundo da forma. Espalhe um pouco de creme. Repita a operação até acabar o creme. Costumo fazer 4 camadas de biscoitos para o pacote terminar, mas você pode fazer a torta com quantas camadas preferir. Feche o plástico para proteger a torta do ressecamento. Leve para a geladeira por cerca de 4-6 horas. Desenforme sobre o prato de servir e passe bastante doce de leite, cobrindo toda a torta. Sirva.

Dicas:

Não deixe os biscoitos muito tempo no leite para que não desmanchem. O ideal é passar bem rápido mesmo, tipo "colocou, tirou". Eles são frágeis e se ficarem muito moles não dá uma aparência legal na torta.
Use um bom doce de leite. Eu gosto muito dos doces argentinos (Vacalin, Havanna, Sereníssima). Procure um que não tenha amido de milho na composição. O brasileiro Viçosa também é muito bom.
Nada de usar margarina nessa receita. Manteiga aqui é fundamental.
Para misturar o creme de leite é recomendado que seja bem devagar e que você não mexa muito. Use uma colher ao invés de um batedor (fouet). Isso pode talhar o creme. Mas se isso acontecer, não se preocupe, na hora de colocar o chantilly o creme fica com um aspecto melhor. Além disso, talhar não significa que o creme estragou, você pode comer sem problemas. É só estética.
Para tirar o soro do creme de leite, deixe a lata no congelador por uns 40 minutos. Depois é só abrir e retirar com cuidado o creme, que estará todo por cima da lata. O soro fica acumulado na parte de baixo.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Bolo Zebra



Olha que efeito legal dá para conseguir em um bolo! As crianças adoram - ótima opção para a lancheira delas. O bolo fica muito fofinho.
Fonte: Tastemade Brasil

Ingredientes:

4 ovos
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de óleo
1 colher (chá) de essência de baunilha
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
4 colheres (sopa) de achocolatado (eu usei chocolate em pó)

Modo de preparo:

Preaqueça o forno (180ºC). Bater os ovos com o açúcar até obter uma mistura clara e fofa. Adicionar o óleo, o leite e a essência. Juntar a farinha peneirada com o fermento, aos poucos, até incorporar. Divida a massa em duas, e acrescentar o chocolate em pó em uma delas. Mexa até  ficar homogêneo. Untar e enfarinhar uma forma redonda de 25 cm. No centro da forma, colocar uma porção de massa branca. Bem no meio e por cima, colocar uma porção da massa de chocolate. Repetir o processo delicadamente e com cuidado até as massas acabarem. Leve para assar até passar no teste do palito.

Dicas:
Os segredos para o efeito zebra é não sacudir a forma; as porções de massa devem ser pequenas e colocadas bem no centro da assadeira.
Eu fiz metade dessa receita e usei uma forma redonda de 15 cm.

terça-feira, 19 de abril de 2016

Risoto ao Molho de Filé Mignon


Quando estive na República Tcheca comi um risoto incrível servido com um molho de carne encorpado e forte. Gostei tanto que mesmo sem receita resolvi tentar uma imitação do prato. A tentativa deu certo e a receita está mais do que aprovada!

Ingredientes:

Para o risoto:
2 colheres (sobremesa) de manteiga
1/2 cebola picadinha
1 colher (sobremesa) de azeite
1 e 1/3 xícara (chá) de arroz arbóreo ou carnaroli (não lave!)
1/2 xícara (chá) de vinho branco seco
Caldo de carne (cerca de 1 litro) - pode ser caseiro, industrializado, etc.
Sal e pimenta a gosto
100 gramas de muçarela ralada

Para o molho:
400 gramas de filé mignon picado em cubos bem pequenos
1 lata (a menor que tem, daquela bem pequenininha) de extrato de tomate de excelente qualidade
1 colher (sopa) de molho inglês
Azeite
Molho de tomate de excelente qualidade (cerca de 150 gramas)

Modo de preparo:

Para o molho:
Aqueça cerca de 2 colheres (sopa) de azeite e frite a carne, que vai mudar de cor e soltar um suco. Quando este suco secar, tempere a gosto e como preferir (eu uso tempero caseiro). Junte o extrato de tomate (passe um pouco de água filtrada para lavar a lata) e o molho. A consistência é de um molho bem grosso e com pouco caldo, por isso a quantidade de molho que você vai usar é aproximada. Deixe ferver em fogo baixo por uns 10 minutos, mexendo de vez em quando e tomando o cuidado para não deixar o molho secar demais (aí pode ser necessário colocar mais molho, ou mais água). Reserve.

Para o risoto:
Aqueça o caldo de carne e deixe ao lado, bem quente. Em uma panela de fundo largo, derreta 1 colher de manteiga com o azeite. Junte a cebola e deixe fritar (eu gosto de colocar 1 pitada de sal nessa cebola para acelerar o processo). Quando estiver transparente, junte o arroz. Mexa bem e coloque o vinho. Continue mexendo sempre e quando o vinho evaporar, vá juntando caldo aos poucos, conforme evapora, você coloca mais um pouco. O arroz leva cerca de 20 minutos para cozinhar. Quando o grão estiver macio, acerte a cremosidade desejada (eu gosto com mais caldo, mas para essa receita, sugiro que o risoto fique um pouco mais seco), desligue o fogo. Imediatamente, junte o queijo, misture, coloque 1 colher (sobremesa) de manteiga, misture novamente. Acerte o sal e tempere com pimenta. Sirva em um prato fundo, colocando o risoto no fundo e o molho de carne por cima.

Dicas:
O sabor do risoto deve ser bem suave, de forma a deixar o sabor do molho predominar. Por isso usei muçarela, que é um queijo de sabor suave. Eu gosto de usar parmesão ou grana padano, mas para essa receita acho que não fica legal. Também pode usar queijo minas padrão ou outros queijos que não tenham sabor tão predominante.
Essa quantidade serve 2 pessoas.

terça-feira, 12 de abril de 2016

Arroz de Forno



Fez arroz demais? Olha que receita coringa para aproveitar as sobras com praticidade! Para acompanhar, basta uma salada.
Fonte: Tastemade Brasil

Ingredientes:

2 gemas
2 caixinhas de creme de leite
150 gramas de muçarela ralada
150 gramas de presunto picadinho
1 cenoura ralada (ralo fino)
Cheiro-verde picadinho
1 cebola pequena bem picada
Sal, pimenta e noz-moscada a gosto
Parmesão para polvilhar
Arroz cozido (cerca de 4 xícaras)
Manteiga para untar

Modo de preparo:

Em uma vasilha grande, misture as gemas, o creme de leite, o presunto, a muçarela, a cenoura, a cebola, o cheiro-verde e os temperos. Pegue um refratário, unte com manteiga e espalhe um pouco do arroz. Cubra com o creme, depois coloque mais arroz e repita a operação. Faça quantas camadas você quiser (vai depender do tamanho do seu refratário). Finalize com o creme e polvilhe parmesão. Leve ao forno até dourar levemente e sirva.

Dicas:

Eu aumentei um pouquinho a quantidade de presunto e de queijo, coloquei 200 gramas de cada. Também usei 1 lata de creme de leite ao invés de 2 caixinhas. Isso não interfere no resultado final.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Batata Gratinada da Rita Lobo


Eu adoro as receitas da Rita Lobo. São práticas, simples e com ingredientes acessíveis. Eu já tinha feito batata gratinada, mas nunca sem queijo. Achava que era ingrediente fundamental nessa receita, até ler essa versão do livro Panelinha, da Rita Lobo (p. 192). A autora diz que o uso de queijo nessa receita estragaria o sabor delicado do prato, que já leva creme de leite e leite. Confiei e fiz. Melhor receita de batata gratinada que já experimentei.

Ingredientes:

1 quilo de batata
50 gramas de manteiga a temperatura ambiente
1 xícara (chá) de leite
1 dente grande de alho descascado
1 pitada de noz-moscada ralada
Sal e pimenta do reino a gosto
1 e 1/2 xícara (chá) de creme de leite fresco

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 220ºC. Numa panela, junte o leite, o alho, tempere com o sal, a pimenta e a noz-moscada. Leve ao fogo até ferver. Desligue. Espalhe toda a manteiga em um recipiente grande. Descasque as batatas e corte-as em fatias bem finas (eu passei no mandolim). Disponha as fatias no refratário untado, formando escamas. Aqueça novamente o leite, descarte o dente de alho e despeje sobre as batatas. Cubra o refratário com papel alumínio e leve ao forno até que todo o leite tenha sido absorvido (o tempo depende do seu forno). Em uma panelinha, aqueça o creme de leite, sem deixar ferver. Retire as batatas do forno e regue com o creme de leite. Sem o papel alumínio, leve novamente ao forno para gratinar até que a superfície fique bem dourada.

Dicas:

Se sua assadeira for de vidro ou de porcelana, coloque uma outra forma por baixo para impedir que as batatas queimem no fundo. Isso ainda vai evitar a sujeira: ao ferver dentro do refratário, o leite espirra um pouco no forno.

terça-feira, 5 de abril de 2016

Arroz Colorido com Carne Moída


Este prato é perfeito para aproveitar as sobras de arroz. Você também pode usar qualquer carne ou legume que tiver na geladeira, tornando-o uma refeição completa.
Fonte: Livro "Carne Moída" - coleção Heróis da Cozinha (p.30).

Ingredientes:

4 xícaras (chá) de arroz cozido
2 colheres (sopa) de óleo
4 ovos bem grandes, ligeiramente batidos
700 gramas de carne moída
1 cebola grande bem picada
2 dentes de alho amassados
1 xícara (chá) de ervilhas congeladas
Temperos a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela com um bom antiaderente ou frigideira wok grande, aqueça o óleo e frite a carne. Vá mexendo bem para não empelotar, até a água secar. Junte o alho, a cebola e as ervilhas, deixe cozinhar por uns 3 minutos, misturando sempre. Tempere a carne como preferir. Em outra frigideira, frite os ovos mexidos e reserve. Junte o arroz cozido e os ovos, acerte o sal e sirva imediatamente.

Dicas:

A receita original levava 3 colheres (sopa) de shoyu e 1 colher (chá) de açúcar, mas eu preferi não colocar.

quinta-feira, 31 de março de 2016

Cupcakes de geleia de frutas vermelhas com cobertura de chocolate branco



Estou de férias! Retomando as gordices do blog, hoje trago esses cupcakes deliciosos: azedinhos por dentro e docinhos por fora. Delícia!

Ingredientes:

Para a massa:
70 gramas de açúcar (1/3 xícara de chá)
65 gramas de manteiga (em temperatura ambiente)
1 ovo
Gotas de essência de baunilha
1/8 xícara (chá) de leite (em temperatura ambiente)
1 colher (café) de fermento
80 gramas de farinha de trigo (cerca de 2/3 xícara de chá)

Para o recheio:
Geleia de frutas vermelhas (o quanto baste)

Para a cobertura:
300 gramas de chocolate branco
100 gramas de creme de leite (usei o de caixinha)

Modo de preparo:

Para a massa:
Bater muito bem a manteiga com o açúcar. Juntar o ovo, batendo bem após cada adição. Coloque a essência de baunilha e junte o leite, a farinha e fermento peneirados com uma espátula, delicadamente.  Leve para assar em forno preaquecido (180ºC) nas forminhas especiais para cupcakes.

Para a cobertura:
Derreta o chocolate branco no micro-ondas. Espere esfriar completamente e só então junte o creme de leite. Misture bem até ficar homogêneo. Se estiver muito mole, coloque uns instantes na geladeira (não coloque no freezer!) até que fique firme para ser utilizado como cobertura.

Para a montagem:
Cave um buraco no centro de cada cupcake, tomando cuidado para não atingir o fundo. Coloque a geleia até preencher todo o espaço. Pegue a cobertura já firme, coloque dentro de um saco de confeiteiro e decore os cupcakes como desejar. Leve para a geladeira, cobertos para que não ressequem.

Dicas:
Essa receita de massa rende pouquinho, uns 7 cupcakes. A cobertura deve dá para cobrir uns 8-9.
A cobertura não resiste bem ao calor.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Empanadas da Paola Carosella


Desde que no MasterChef Brasil passou essa receita das empanadas da Paola Carosella, fiquei doida para testar. O difícil era encontrar a banha, um dos ingredientes das empanadas. Demorou mas achei. A massa é realmente idêntica às empanadas que comi em Buenos Aires, crocantes por fora e macias por dentro. Vale muito a pena experimentar!

Ingredientes:

500 gramas de farinha de trigo
115 gramas de banha de porco
1 xícara (chá) de água
10 gramas de sal refinado

Modo de preparo:

Aqueça a água até ficar bem quente (não precisa ferver), junte a banha e mexa até derreter, espere esfriar em temperatura ambiente para prosseguir. Em um recipiente grande coloque a farinha e o sal e vá acrescentando a mistura de água com banha e mexendo até dar ponto. Se ao usar todo o líquido a massa não estiver lisa, você pode adicionar um pouco de água em temperatura ambiente mesmo. Enrole a massa em plástico filme e deixe na geladeira por pelo menos meia hora. Quanto mais ficar na geladeira, mais crocante fica, mas não pode passar de 24h. Pincele uma mistura feita com 1 gema + 2 colheres (sopa) de leite e leve para assar em forno preaquecido em 220ºC até ficarem bem tostadinhas por cima.

Dicas:

O recheio pode ser o que você preferir, mas lembre-se de que seja algo úmido ou cremoso, pois a massa das empanadas é seca. Eu fiz de frango com bastante catupiry.
É importante colocar o recheio já frio sobre a massa.
Lá no site Panelaterapia tem um vídeo explicando como se faz a receita! Vale a pena assistir.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Torta de Nutella



Recebi essa dica fantástica de uma amiga querida que me mandou o link para o vídeo dessa receita. Não hesitei em fazer! Gente, como essa torta é fácil! Nem preciso falar que é gostosa, né? Nutella é vida!!! Receita para fazer bonito na sobremesa do almoço de domingo!
Fonte: Metida à Gourmet

Ingredientes:

Para a base (pão-de-ló):
2 ovos
1/4 xícara (chá) de açúcar
1/4 xícara (chá) de achocolatado
1/4 xícara (chá) de farinha de trigo

Para o recheio:
2 latas de creme de leite com soro
1 pote (350g) de Nutella
75g de chocolate ao leite (1/2 barra)
Chocolate ralado para decorar

Modo de preparo:

Para a base (pão-de-ló):
Bata os ovos com o açúcar na batedeira até ficar uma creme branco e firme (cerca de 7 minutos). Misture delicadamente o achocolatado e a farinha peneirada. Coloque na forma untada com manteiga. Leve para assar em forno pré aquecido (180ºC), até passar no teste do palito. Espere esfriar completamente antes de colocar o recheio.

Para o recheio:
Misture todos os ingredientes em um panela. Leve em fogo médio, e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos ou até engrossar e ficar bem homogêneo. Espere esfriar um pouco (enquanto esfria, o creme vai ganhando consistência). Vire o recheio sobre a massa já assada e fria e leve a torta para a geladeira por cerca de 8 horas. Desenforme e decore com chocolate ralado ou como preferir.



Dicas:

Eu fiz em uma forma de 20 cm como foi sugerido no vídeo da receita e o creme fica bem alto, acabei nem colocando todo o creme! Sugiro fazer em uma assadeira de 22-25 cm.
O sabor da Nutella não fica tão acentuado. Se prefere um gosto mais amargo, use chocolate meio amargo ao invés de chocolate ao leite tanto no creme quanto na decoração.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Torta de Milho Verde


Voltei (pelo menos por enquanto)! Na verdade fiz essa torta de milho na época que o programa Tempero de Família ainda estava passando os episódios inéditos, mas não tive tempo para postar aqui. Achei tão fácil essa receita do Rodrigo Hilbert que resolvi testar como acompanhamento. Além de fácil, é gostosa demais. Faz aí e me conta!

Ingredientes:

5 espigas de milho (usei 2 latas)
3 ovos
3 colheres (sopa) de farinha de rosca
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 cebola picadinha
2 colheres (sopa) de manteiga
1 xícara (chá) de queijo ralado
Sal a gosto
1 xícara (chá) de cheiro verde

Modo de preparo:

Se você for usar espigas, cozinhe-as em uma panela grande por aproximadamente 30 minutos. Escorra e espere esfriar para debulhar os milhos. Refogue a cebola picada na manteiga e junte com o milho já debulhado. Apague o fogo e reserve. Em uma tigela, bata os ovos apenas para misturá-los. Junte a farinha de rosca, a farinha de trigo, o parmesão ralado (reserve um pouco para polvilhar por cima), o cheiro-verde e o sal, e depois misture os ovos, mexendo bem. Deixe cozinhar até a massa dar liga. Despeje a massa em uma forma untada com manteiga, salpique parmesão por cima e leve ao forno por cerca de 20-30 minutos.

Dicas:

Cuidado com o tempo de forno, pode variar muito dependendo do seu fogão. Não precisa deixar muito tempo!
Se não vai usar espigas, utilize um milho enlatado de qualidade, de preferência cozido no vapor (são mais saborosos).

sábado, 9 de janeiro de 2016

Massa Fantástica para Tortas Salgadas


Uma das melhores massas para torta salgada que já experimentei. É fácil de fazer, usa poucos ingredientes, dá para abrir com o rolo e o resultado final é muito bom. Você pode usar com qualquer recheio, desde que seja colocado frio sobre a massa. E também dá para fazer mini tortas, tortas grandes, empadas (só lembrando não parece com massa de empada!), etc.
Fonte: Cozinha Prática

Ingredientes:

3 xícaras (chá) de farinha de trigo
150 gramas de manteiga gelada em cubos (3/4 do tablete)
1 pitada de sal
Água gelada até dar o ponto (pouco mais do que 1/2 xícara de chá)

Modo de preparo:

Numa tigela grande, misture a farinha com o sal. Junte a manteiga e misture com os dedos até formar uma farofa grossa. Acrescente a água gelada aos poucos até formar uma bola que desgrude das mãos (se você tiver um processador, pode fazer a massa nele também - é muito mais rápido!). Enrole em um filme plástico e leve deixe na geladeira por no mínimo 1 hora.

Dicas:

A massa precisa estar gelada na hora de abrir. Você pode fazer no dia anterior, se preferir.
Essa quantidade dá para uma torta de 25 cm.