segunda-feira, 30 de abril de 2012

Risoto de Carne Moída


Essa receita é muito parecida com uma outra que já postei aqui no blog. Mas acontece que usar arroz arbóreo faz toda a diferença! Além disso, modifiquei alguns dos ingredientes para não ficar tããão igual.

Ingredientes:

1 xícara (chá) de arroz carnaroli ou arbóreo
150 mL de vinho branco seco
Cerca de 1 litro de caldo de carne ou apenas água quente com um pocuo de tempero caseiro
1 colher (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de manteiga
1/2 cebola ralada
250 gramas de carne moída refogada
1 copo de requeijão cremoso
1 vidro de palmito
Cheiro-verde a gosto

Modo de preparo:

Numa panela, aqueça o azeite com 1 colher (sopa) de manteiga. Frite a cebola até ficar transparente. Junte o arroz e refogue um pouquinho. Coloque o vinho e mexa bem até que cerca de 2/3 do caldo da panela tenha evaporado. Não pare de mexer. Vá juntando o caldo de carne quente aos poucos (use uma concha), mexendo sempre (fogo médio), até que o arroz fique macio. Não deixe o caldo evaporar completamente antes de colocar a próxima concha de caldo. Quando o arroz estiver cozido (deixe um pouco de caldo para ficar bem cremoso), junte o refogado de carne, o palmito picadinho e o requeijão. Continue misturando tudo sem parar, abaixe o fogo, coloque o parmesão, o cheiro-verde e a colher restante de manteiga. Acerte o sal e sirva imediatamente.

Dicas:

Utilizei a carne moída já refogada porque tinha uma sobrinha na geladeira e eu não sabia o que fazer com ela. Se não for o seu caso, você pode fritar a carne com a manteiga e o azeite antes de colocar o arroz, e então quando estiver bem refogada, junte a cebola e em seguida o arroz cru. Depois é só prosseguir com o preparo normal do risoto. Talvez fique até mais saboroso dessa forma!

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Filé Mignon Suíno com Batatas, Palmito e Cebola


Fiz essa receita para fugir do tradicional filé suíno grelhado, deu uma carinha de "comida de domingo" e ficou super diferente. Peguei a ideia lá no Comideria, fiz algumas alterações. A receita é simples demais, vamos a ela?

Ingredientes:

500 gramas de filé mignon suíno
1 cebola pequena, picada
3 batatas médias cortads em rodelas (cerca de 0,5 cm de espessura)
1 vidro de palmito, picado
1 caixinha de creme de leite
Salsa e temperos a gosto
Azeite para fritar a carne

Modo de preparo:

Cozinhe as rodelas de batatas em água e sal até ficarem macias (cuidado para não desmancharem). Reserve. Limpe a carne e corte em filés finos (cerca de 1 cm de espessura) e pequenos. Tempere a gosto e deixe descansando por mais ou menos 1 hora. Numa panela, aqueça o azeite e frite a carne, dourando bem dois dois lados. Depois que a carne estiver frita, coloque um pouco mais de azeite na panela e frite a cebola. Deixe dourar um pouquinho e então junte o palmito, o creme de leite e salsinha a gosto. Acerte o sal, se necessário. Coloque uma travessa a carne frita no centro, e ao redor as rodelas de batatas cozidas. Jogue o molho por cima, espalhando bem sobre a carne e as batatas. Cubra com papel alumínio e leve ao forno até aquecer bem. Sirva imediatamente.

Dicas:

Cuidado com carne de porco mal cozida, todo mundo sabe que carne de porco mal passada não presta... Sugiro que a carne seja muuuito bem frita.
Se preferir, utilize filé mignon bovino para fazer essa receita. Fica igualmente bom!

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Cupcakes de Baunilha com Recheio e Buttercream de Doce de Leite



Pense numa coisa doce... agora multiplique por 10: pronto! Você já tem a receita desse post. Bom, esses cupcakes são para quem gosta mesmo de açúcar, pois são beeem docinhos. Eu achei perfeita essa combinação. Encontrei essa receita lá no site da Pamela Brandão. Para visualizá-lo, é só clicar aqui.

Ingredientes:

Para a massa:
2 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo para bolo*
2 xícaras (chá) de açúcar
3/4 xícara (chá) de óleo
2 e 1/4 colheres (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de essência de baunilha
1/2 colher (chá) de sal
4 ovos grandes, em temperatura ambiente
1 xícara (chá) de leite

* Receita de farinha para bolo: Para cada 1 xícara de farinha de trigo, retire 2 colheres (sopa) da farinha e substitua por 2 colheres (sopa) de amido de milho.

Para o recheio e cobertura (buttercream):
1 xícara de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
3 colheres (sopa) de creme de leite fresco
1 colher (sopa) de essência de baunilha
4 xícaras (chá) de açúcar de confeiteiro
1 pitada de sal
3/4 xícara (chá) de doce de leite
Doce de leite para rechear

Modo de preparo:

Para a massa:
Coloque a farinha, o açúcar, o óleo, o fermento, a baunilha e o sal numa tigela e bata em velocidade baixa até que os ingredientes estejam misturados. Aumente a velocidade para média-baixa e bata até ficar cremoso, aproximadamente 1 minuto. Adicione um ovo por vez e bata a cada adição. Continue batendo por mais 1 minuto. Adicione o leite aos poucos e continue batendo por mais 1 minuto ou até que a mistura esteja cremosa. Despeje a massa nas forminhas, enchendo somente 3/4 e leve para assar por cerca de 17 a 20 minutos ou até que o teste do palito saia limpo. Remova os cupcakes do forno, deixe esfriar por 5 minutos e transfira-os para uma grelha.

Para o recheio e cobertura (buttercream):
Bata a manteiga e o doce de leite em velocidade baixa. Adicione o creme de leite e a baunilha e bata em velocidade média até ficar cremoso. Adicione o açúcar em pó e bata até incorporar.

Para a montagem:
Com a ajuda de uma faca, faça um círculo no centro do cupcake e retire o miolo. Encha o buraco com doce de leite com a ajuda de um saco de confeitar ou com uma colher. Depois de recheados, cubra os cupcakes com o buttercream usando um bico de confeitar e decore a gosto.

Dicas:

Essa receita rendem cerca de 24 cupcakes. Fiz apenas metade.
O site da Pamela tem ótimas dicas para quem quer fazer cupcakes. Dá uma olhadinha aqui.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Salsichas Empanadas


Adoro tudo que leva salsicha, quando vi essa receita lá no blog da minha amiga Ivani, não pensei nem duas vezes em fazer. Muito interessante e saborosa essa receita. Quem quiser ver a postagem dela, é só acessar o Doces Momentos. Lá tem um PAP legal, bem arrumadinho e você ainda acha um monte de receita boa. Bom, o preparo é muito fácil, vamos a ele:

Ingredientes:

1/2 quilo de batata cozida e espremida (ou mandioquinha)
1 caldo de legumes ou de carne para cozinhar as batatas (usei apenas sal)
1 colher (sopa) de margarina.
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
6 salsichas
1 ovo batido
Farinha de rosca para empanar
Óleo ou margarina para untar

Modo de preparo:

Depois das batatas cozidas e espremidas, adicione a margarina e o queijo ralado. Misture bem até obter uma massa maleável. Deixe esfriar. Corte as salsichas ao meio e envolva cada metade com um pouco da massa, deixando as extremidades das salsichas aparentes. Passe no ovo batido e na farinha de rosca. Coloque em uma assadeira untada com óleo ou margarina e leve ao forno médio, pré-aquecido, por 30 minutos. Quando estiver bem dourado em baixo, vire para dourar do outro lado. Sirva com catchup e mostarda ou a gosto.

Dicas:

Para essa quantidade de massa, usei 7 salsichas e cortei em 3 ao invés de cortar na metade, pois estava achando que ia ficar muito grande.
A massa é meio "frágil" mesmo, então cuidado para não quebrar na hora de virar as salsichas. Unte bem a assadeira para que a massa não grude.
Para a massa esfriar mais rápido e ficar ligeiramente mais firme, coloquei dentro na geladeira e só retirei na hora de modelar as salsichas.
Você também pode fazer as salsichas na forma de bolinhas para virar um petisco.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Bolo Marfim


O nome desse bolo é em homenagem ao extinto bombom Marfim da Garoto, que era feito de coco e chocolate branco. Atualmente existe o Mundy Marfim, mas os amantes do antigo chocolate dizem que não é a mesma coisa. Bom, o fato é que peguei a receita desse bolo aqui e dei uma "açucarada" (mais? é, mais!) nele, além de variar na cobertura com um delicioso merengue italiano. Agora não sei dizer qual é a versão mais gostosa. Diz aí?

Ingredientes:

Para o pão-de-ló:
3 ovos
100 gramas de açúcar (1/2 xícara de chá)
100 gramas de farinha de trigo (3/4 xícara de chá)
5 gramas de fermento (1 colher de chá)

Para o recheio:
340 gramas de chocolate branco de qualidade
80 gramas de creme de leite (quase meia caixinha)
10 gramas de glucose líquida (karo) (1 colher de sopa)
60 mL de leite de coco
3/4 lata de leite condensado
Cerca de 3/4 xícara de coco fresco ralado (usei o de pacotinho, úmido e adoçado)
150 gramas de cream cheese

Para o merengue italiano:
1 xícara (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de água
2 claras

Modo de preparo:

Para o pão-de-ló:
Bater as claras até ficarem firmes. Juntar as gemas peneiradas e depois o açúcar também peneirado. Bater muito bem, a mistura deve ficar volumosa e fofa. Desligue a batedeira, junte a farinha e o fermento peneirados, misture delicadamente e despeje numa fôrma redonda (20 cm), untada e forrada com papel manteiga também untado. Leve para assar em forno médio, pré-aquecido, por cerca de 30 minutos. Espere esfriar totalmente.

Para o recheio:
Misture o chocolate branco picado com o creme de leite e leve para derreter em banho-maria. Retire do fogo e junte os outros ingredientes. Bata levemente, apenas o suficiente para misturar. Reserve.

Para o merengue italiano:
Bater as claras em neve. Enquanto isso, levar o açúcar e a água ao fogo baixo, sem mexer. Quando formar uma calda que faça um fio (como chiclete), despejar ainda quente nas claras, sem parar de bater, até formar um creme firme e brilhante.

Montagem:
Quando o bolo estiver frio, corte em 2 partes e molhe com uma calda de sua preferência (usei uma mistura de leite de coco, leite e açúcar). Na própria fôrma onde o bolo foi assado, coloque uma das partes, despeje o recheio, cubra com a outra parte e leve para gelar até firmar (cerca de 6 horas). Desenforme e cubra com o merengue. Se quiser, faça uma caldinha de chocolate e decore a gosto.

Dicas:

A caldinha de chocolate para a decoração eu fiz com 25 mL de leite, 1 colher (chá) de chocolate em pó, 1 colher (chá) de açúcar e 1 colher (café) de amido de milho. Leve ao fogo apenas para engrossar levemente. Espere esfriar e aplique. Se você tiver em casa aquelas caldas de sorvete, fica até melhor.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Penne ao Molho Mornay


Um molho mornay nada mais é do que um molho béchamel com queijo e um toque de creme de leite. Mas tenho que falar que no sabor são muito diferentes. Se preparado corretamente, o molho mornay fica perfeito. A textura é aveludada e suave. Você pode cobrir ovos poché, peixes, vegetais, carnes brancas e muitos outros pratos com esse molho.
Fonte: Receitas de Molhos, Michel Roux, p. 60.

Ingredientes:

240 gramas de macarrão tipo penne
30 gramas de manteiga
30 gramas de farinha de trigo
500 mL de leite
Temperos a gosto
3 gemas peneiradas
50 mL de creme de leite fresco
100 gramas de gruyère, emmenthal ou cheddar ralado fino (usei gruyère)

Modo de preparo:

Coloque o macarrão para cozinhar em bastante água com sal. Enquanto isso, faça o molho. Primeiro faça um béchamel: derreta a manteiga numa panela de fundo grosso e acrescente a farinha. Mexa bem (se tiver um fouet, vai ajudar muuuito!) em fogo baixo, por 2 minutos, até dourar levemente. Despeje o leite frio e bata com o fouet sem parar, fogo médio. Quando o molho começar a borbulhar, abaixe o fogo novamente e deixe ferver por cerca de 10 minutos, mexendo frequentemente. Tempere a gosto. Misture as gemas e o creme de leite em um recipiente, em seguida adicione a mistura ao béchamel, mexendo sempre. Deixe o molho borbulhar por cerca de 1 minuto, depois retire a panela do fogo e junte o queijo ralado. Mexa até o queijo derreter, prove, e se necessário, ajuste o tempero. Escorra o macarrão e sirva imediatamente com o molho bem quente.

Dicas:

Cuidado com o sal nesse molho, atente para o tipo de queijo que vai usar. Todos os três tipos sugeridos tem sabor pronunciado. Eu não temperei com nada, nem mesmo sal.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Torta Folhada de Queijo, Bacon e Tomates



É realmente muito prático ter uma embalagem de massa folhada no freezer à espera da oportunidade perfeita - quando você não sabe o que vai fazer para o almoço. Basta esticar a massa numa assadeira, colocar os recheios que você desejar e levar para assar. Fácil e gostoso! Essa dica eu peguei lá no Panelaterapia.

Ingredientes:

1 caixa de massa folhada (300 gramas)
1 tomate em rodelas
80 gramas de bacon
180 gramas de queijo prato
Manjericão a gosto
Gema para pincelar (opcional)

Modo de preparo:

Abra a massa com o rolo (se necessário*), acerte-a bem numa assadeira levemente untada. Disponha o queijo prato ralado, o bacon frito e as rodelas de tomate. Salpique o manjericão. Como sobrou um pouco de massa, resolvi aproveitar e fazer esse efeito quadriculado. Pincele gema e leve ao forno até dourar.

Dicas:

*Você vai encontrar massa folhada semi-laminada (precisa ser aberta com o rolo) e também a laminada (dispensa a abertura com o rolo). O melhor a se fazer nesses casos é comprar a que você achar e seguir as instruções da embalagem. A minha sugeria que a assadeira fosse untada, mas já comprei outra que não recomendava. Então já sabe, né? Leia o que a marca recomenda!
Se quiser, cubra a torta totalmente com mais massa folhada (para isso é necessário comprar outra caixa, ou então uma embalagem de 1 quilo que já vi para vender).
Seja lá qual for o recheio que você vai usar nessa receita, lembre-se de colocá-lo sempre frio sobre a massa.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Frango ao Creme de Gruyère



Essa receita é uma boa forma de incrementar o básico frango grelhado, e a receita é fácil demais! Vamos a ela?

Ingredientes:

4 filés (grandes) de frango
Azeite
1 xícara (chá) de creme de leite fresco
80 gramas de queijo gruyère ralado (ralo fino)
Sal, pimenta e orégano a gosto

Modo de preparo:

Tempere os filés a gosto (usei tempero caseiro). Aqueça uma panela, coloque azeite o suficiente e grelhe os filés dos dois lados. Quando o frango estiver pronto, retire-os e junte o creme de leite fresco. Deixe ferver um pouco, junte o gruyère ralado e misture bem. Tempere a gosto. Junte o frango reservado, deixe apenas por 1 minuto para aquecer e desligue. Despeje o frango com o creme numa travessa, salpique orégano e sirva imediatamente.

Dicas:

Cuidado ao temperar o creme, pois o queijo gruyère já tem sabor bem pronunciado. Se você não gostar desse queijo, pode substituí-lo por qualquer outro que deseje.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Mini Rondelli de Queijo


Massa de lasanha prestes a vencer na geladeira, o que fazer com ela? Juntei o queijo minas padrão que também já estava vencendo e fiz esses pequenos rondelli - chamei de "mini*" porque não ficaram aqueles rondelli grandões, parecendo uma espiral. Tanto que os coloquei na travessa numa outra posição. Foi mesmo um "quebra galho" que fiz com algumas sobrinhas, que deu super certo.

Ingredientes:

Cerca de 200 gramas de massa para lasanha
200 gramas de queijo minas padrão ralado
150 gramas de Catupiry
Requeijão cremoso (o quanto baste) - usei mais ou menos 1 colher de sopa
Molho de tomate (o quanto baste) - usei uma lata de molho pronto

Modo de preparo:

Disponha as massas para lasanha sobre uma bancada. Espalhe um pouco de queijo minas padrão ralado e passe um pouco de requeijão cremoso na ponta da massa, assim:


Enrole a massa e corte em 4 pedaços, "cole" com o requeijão para que não abram, desse jeito:


Faça isso até terminarem as massas. Transfira os mini rondelli para uma travessa e por cima de cada uma, coloque uma bolinha de catupiry.


Coloque bastante molho de tomate por cima, cubra com papel alumínio e leve ao forno até a massa ficar macia (o tempo depende do seu fogão). Silva imediatamente.

Dicas:

Não economize na quantidade de molho de tomate, pois a massa será cozida nele. Você pode colocar qualquer tipo de molho, desde que não seja muito espesso (se estiver muito grosso a massa não cozinha direito).
* Pelo pouco que sei de italiano, rondelli já é uma palavra que está no diminutivo e também no plural. Chamar de "mini" uma coisa que já é mini ficou engraçado, mas não me ocorreu nome melhor para essa invenção de moda aí.