quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Bolo Branco Trufado



Estava com vontade de experimentar um cheesecake, comprei até o cream cheese, mas só depois descobri que não tinha todos os ingredientes em casa. Aí sai buscando uma outra receita e encontrei esta no meu livro de receitas português, que é só de chocolate. Achei interessante o fato da receita levar requeijão e resolvi fazer porque estava com vontade de provar algo diferente. O resultado é bastante interessante, pois o requeijão dá uma "quebrada" no doce excessivo do chocolate branco, e também dá para sentir um sabor levemente salgado ao fundo.

Ingredientes:

Para o bolo:
2 ovos
4 colheres (sopa) de açúcar refinado
5 e 1/2 colheres (sopa) de farinha de trigo
50 gramas de chocolate branco, derretido

Para a cobertura trufada:
1 lata de creme de leite
350 gramas de chocolate branco, partido em pedaços pequenos
1 copo de requeijão

Para decorar:
Raspas de chocolate ao leite
Chocolate ou cacau em pó para polvilhar

Modo de preparo:

Para o bolo:
Bater muito bem os ovos com o açúcar na batedeira até obter uma consistência leve e espumosa. Peneirar a farinha e incorporar na mistura com um fouet. Envolver o chocolate branco derretido. Unte e enfarinhe uma fôrma de 20 cm de diâmetro, de fundo removível, e leve para assar. Desenforme e deixe esfriar.

Para a cobertura trufada:
Derreta o chocolate com o creme de leite e mexa bem. Espere esfriar e junte o requeijão. Misture bem.

Montagem e decoração:
Coloque o bolo já frio de volta na fôrma onde foi assado. Despeje a cobertura trufada por cima e leve para gelar por cerca de 30 minutos. Decore com as raspas de chocolate e o chocolate em pó. Leve novamente para a geladeira e deixe por cerca de 2 horas. Desenforme e sirva.

Dicas:

O bolo assa bem rápido e fica bem baixinho. Se sua fôrma for maior, é melhor fazer 2 receitas.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Farfalle com Peito de Peru e Ervilhas


Ganhei de um amigo um livro muito interessante de massas - "Manual Prático de Massas" e essa é a primeira receita que estou testando. O livro, como o próprio nome diz, é um verdadeiro manual: ensina a escolher a massa certa, o tipo de vinho que deve acompanhá-la, como fazer e cozinhar massas, vários molhos, temperos e muitas opções de receitas. Aprendi lendo este livro que as melhores massas secas são aquelas de "grano duro" (trigo duro). Quando comprar massa em pacotes, verifique sempre se é feita 100% com trigo duro. Essas massas são mais caras do que as outras, mas são muito melhores. As marcas italianas são sempre as melhores, procure pela frase "pasta di semola di grano duro".

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de azeite
150 gramas de ervilhas (já descongeladas)
1 dente de alho esmagado
150 mL de vinho branco seco
2 colheres (sopa) de salsa picada
1 caixa de creme de leite
100 gramas de peito de peru, em lascas
250 gramas de farfalle
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Derreta metade da manteiga com o azeite numa panela. Junte as ervilhas descongeladas e o alho esmagado, seguidos do vinho. Polvilhe salsa, pimenta e sal a gosto. Cozinhe por cerca de 5 minutos (ou até a maior parte do líquido ter sido absorvido), mexendo sempre. Coloque metade do creme de leite, misture bem. Desligue o fogo, junte o peito de peru e acerte os temperos. Cozinhe a massa segundo instruções da embalagem. Escorra bem. Derreta imediatamente o resto da manteiga com o creme de leite, na panela onde a massa foi cozida. Junte o macarrão e misture bem, até ficar totalmente revestido. Coloque o molho e mexa ligeiramente para misturar com a massa. Sirva imediatamente.

Dicas:

Se não tiver vinho, pode usar água ou caldo de galinha.
Essa receita fica boa com massas curtas como fusilli, penne, etc.
O peito de peru pode ser substituído por presunto ou bacon.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Bolo de Chocolate com Castanha


Queria "dar um fim" num pacotinho de castanhas de caju que estava aberto aqui em casa e fiz esse bolo. Usei a receita de nega maluca da Izabel Augusta (Culinária-Receitas, do Orkut) para fazer a massa, quis experimentar uma outra massa de bolo já que faço a mesma todas as vezes. Acabou sendo muito bolo para minha fôrma (vejam como ficou alto!), mas a massa é muito boa. O recheio e a cobertura é a tradicional ganache, muito simples de fazer.

Ingredientes:

Para o bolo:
3 ovos
1 xícara (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de chocolate em pó
1 xícara (chá) de leite quente
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó

Para o recheio:
200 gramas de chocolate ao leite
1 lata de creme de leite
200 gramas de castanhas do pará, trituradas

Para a cobertura:
200 gramas de chocolate ao leite
1/2 lata de creme de leite
Chocolate granulado a gosto

Modo de preparo:

Para o bolo:
Bater todos os ingredientes no liquidificador, exceto o fermento, que deve ser misturado delicadamente. Levar para assar numa fôrma untada e enfarinhada. Depois de assado, espere esfriar totalmente para desenformar. Corte em 2 partes, molhe com uma calda de sua preferência e recheie.

Para o recheio:
Derreter o chocolate com o creme de leite. Quando estiver bem homogêneo, juntar a castanha e mexer bem.

Para a cobertura:
Derreter o chocolate com o creme de leite. Aplicar sobre o bolo e decorar com o chocolate granulado.

Dicas:

Como disse, o bolo acabou ficando alto demais, e por isso achei que o recheio ficou pouco. Minha fôrma tem 20 cm de diâmetro, mas com certeza o bolo ficaria melhor numa de 25 cm. Da próxima vez, farei uma quantidade menor dessa receita.
Fiz a massa do bolo na batedeira, pois não gosto muito de usar liquidificador para fazer bolo.
Gosto de montar o bolo na própria fôrma onde foi assado e deixar recheado de um dia para o outro, assim fica mais firme para desenformar e colocar a cobertura.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Quiche Lorraine



Esse foi o primeiro quiche que fiz (livro Dona Benta, página 416), depois que descobri essa receita fui procurar outras e vi que tem várias receitas de quiches. Quiche um prato tradicional da culinária francesa, Lorraine é uma região da França. É uma torta aberta recheada com creme de leite, ovos e bacon. Gostei do prato e em breve farei as outras variações que encontrei.

Ingredientes:

Para a massa:
200 gramas de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de manteiga (usei margarina)
1 ovo
1 colher (sopa) de água
1 pitada de sal

Para o recheio:
1 e 1/2 xícara (chá) de creme de leite
3 ovos grandes
60 gramas de bacon (usei 100 gramas)
100 gramas de queijo tipo gruyère ou similar (usei parmesão)
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Para a massa:
Prepare a massa colocando a farinha de trigo numa vasilha e abrindo um buraco no meio. Coloque o ovo no centro da farinha, acrescente a manteiga gelada cortada em cubos, a água e o sal. Misture com as pontas dos dedos até a massa ligar. Deixe descansar por 20 minutos. Abra a massa com um rolo e forre o fundo e as laterais de uma assadeira pequena. Leve para assar levemente, não deixe dourar.

Para o recheio:
Pique o bacon e frite até dourar levemente. Retire e coloque em papel absorvente. Bata ligeiramente os ovos e acrescente o creme de leite. Tempere com sal e pimenta. Retire a massa do forno e arrume sobre ela o bacon frito e o queijo ralado grosso. Cubra com creme de ovos e leve ao forno até o recheio firmar e a torta estar levemente dourada. Deixe esfriar um pouco antes de cortar.

Dicas:
Usei parmesão porque era o único queijo que tinha aqui em casa. Acredito que com queijo gruyère a receita ficaria mais saborosa, pois este queijo derrete bem fácil e tem um sabor característico.
Cuidado com o excesso de sal no creme de ovos, pois o bacon já é bem salgado.
Use uma colher medida para colocar a manteiga na quantidade exata, e um copo medidor para a farinha. Assim, a massa ficará na textura certinha.
Para saber se a torta está pronta, espete um garfo no centro do recheio. Se sair seco, estará pronta.
O quiche pode ser facilmente desenformado se você utilizar uma fôrma de aro removível.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Arroz na Forma com Parmesão


Fiz esse arroz para acompanhar o frango especial (postado abaixo). Receita do livro Dona Benta (p. 326), aprovadíssima.

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de arroz lavado
4 xícaras (chá) de água fervente
1 cebola pequena picadinha
2 tomates sem pele, picados
Cheiro-verde a gosto
2 colheres (sopa) de margarina ou manteiga
5 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
2 ovos inteiros
Sal a gosto

Modo de preparo:

Lave o arroz e refogue-o em um pouco de óleo, junte a cebola, o sal e os tomates. Depois de refogar por uns minutos, junte-lhe água fervente e o cheiro-verde, deixando-o cozinhar em fogo forte. Quando estiver secando, passe-o para fogo brando, a fim de que seque bem. Retire o cheiro-verde e junte a manteiga ou margarina, 4 colheres de queijo parmesão e os ovos. Misture tudo muito bem e leve para assar em fôrma untada com margarina. Ao servir, vire a fôrma sobre uma travessa e vire com queijo parmesão ralado restante.

Dicas:

Eu não retirei o cheiro-verde como a receita manda, e também não coloquei cebola.
Não desenformei o arroz por opção, mas ele fica mesmo adequado para ser desenformado.
Use um parmesão em pó ou se for ralar, passe pelo ralo fino. Os pedaços de queijo ficarão ressecados e duros após o tempo de forno. Acabei usando uma marca onde os pedaços são grandes, por isso estou recomendando que seja usado um queijo mais fino, ou até mesmo aqueles que vem em pó.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Frango Especial


Mais uma do livro Dona Benta. Essa receita chamava-se "Frango à Moda de Parma" (p. 430). Troquei o nome porque não usei presunto de parma e fiz umas outras pequenas alterações. A receita é perfeita!

Ingredientes:

6 filés de frango
6 fatias de peito de peru
Manteiga para fritar os filés
150 gramas de mussarela ralada
3/4 xícara (chá) de creme de leite sem soro
1 gema
3 colheres (sopa) de vinho branco seco
Farinha de rosca
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Limpe e tempere cada filé de frango. Bata cada um, suavemente, com um martelo de carne. Passe cada filé pela farinha de rosca, aperte bem. Coloque um pouco de manteiga numa frigideira, espere derreter e frite cada filé, dos dois lados (vá colocando mais manteiga a cada 2 filés fritos). Disponha-os num refratário e coloque as fatias de peito de peru sobre cada filé. Reserve. Quando terminar de fritar os filés, coloque mais um pouquinho de manteiga na frigideira (o equivalente a 2 colheres de sopa derretidas), junte o vinho e deixe ferver. Misture a gema com o creme de leite e despeje na frigideira. Assim que ferver, apague o fogo e junte a mussarela. Se necessário, acerte o sal. Regue cada filé com este creme e sirva imediatamente.

Dicas:

A receita original leva presunto de parma ao invés de peito de peru e queijo parmesão ralado ao invés de mussarela.
O creme de leite utilizado é o creme de leite fresco. Como nunca achei aqui em Belém para comprar, retiro o soro do creme de leite de lata ou uso o de caixinha. Caso vá usar o de lata, deixe no congelador por cerca de 1 hora. Abra a lata cuidadosamente e retire o creme. O soro ficará todo na parte de baixo da lata, aí é só escorrer.
Coloquei umas batatas assadas na receita para incrementar.
Quando estiver fritando os filés, um pouco da farinha de rosca acaba queimando. A cada 2 filés que fritar, retire o excesso de farinha de rosca que ficar na panela com uma colher. Se não fizer isso, vai grudar farinha queimada nos próximos filés. Além de não ficar apresentável, pode dar um gosto amargo no frango.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Bolo de Chocolate Molhadinho


Esse é uma das melhores receitas de bolo de chocolate que já fiz. Muito fácil de fazer, sequer usa batedeira. Os ingredientes são comuns, todo mundo com certeza os tem na dispensa. Eu chamaria essa receita de "bolo de chocolate expresso" pelo fato de ter um preparo muito rápido e simples, mas resolvi manter o nome original da receita postada no blog da Deborah, do "Delícias Mil e Hummmm!" (www.delicias1001.com.br).

Ingredientes:

Para a massa:
3 ovos
1 xícara (chá) de açúcar refinado
1 xícara (chá) de achocolatado (usei chocolate em pó)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de água fervendo
1/2 xícara (chá) de óleo
1 colher (sopa) de fermento em pó

Para o recheio e cobertura:
1 xícara (chá) de açúcar refinado
2 xícaras (chá) de leite
1 xícara (chá) de achocolatado (usei chocolate em pó)
2 colheres (sopa) de margarina
2 colheres (sopa) de amido de milho
Chocolate granulado a gosto

Modo de preparo:

Para o bolo:
Numa vasilha grande, quebre os ovos e bata bem com um fouet (se não tiver um fouet, use uma colher de pau). Junte o açúcar, bata novamente. Vá colocando os ingredientes na ordem e bata bem após cada adição. Quando terminar de bater o último ingrediente, misture o fermento. Despeje a massa numa fôrma redonda (nº 3) untada e enfarinhada e leve para assar.

Para o recheio e cobertura:
Coloque todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo até engrossar, misturando sempre. Recheie e cubra o bolo com esse creme ainda morno. Coloque o granulado por cima e guarde na geladeira.

Dicas:

Fiz metade dessa receita e usei uma fôrma de bolo inglês. Não recheei, coloquei apenas cobertura, que por sinal, tinha bastante.
Bolo quente é uma delícia, mas esse também fica ótimo depois de colocado na geladeira, não fica seco e nem duro, molhadinho como diz o nome. A massa também é muito leve, lembra aqueles bolos de caixinha.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Purê de Cenoura


Essa é a primeira receita que testei do livro Dona Benta. Achei curioso esse prato porque o comum é fazer purê de batatas e não de cenouras. Eu nunca tinha comido. Achei bem gostoso e diferente.

Ingredientes:

600 gramas de cenouras
1 colher (sopa) de manteigas
1 gema
1/4 xícara (chá) de creme de leite
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Descasque as cenouras e corte em pedaços de 2 cm. Cozinhe-as em água levemente salgada. Quando estiverem bem macias, escorra e passe pelo espremedor. Coloque numa panela, misture a gema ao creme de leite e acrescente às cenouras já amassadas. Leve ao fogo e cozinhe novamente até obter uma consistência bem cremosa. Acerte o tempero com o sal e a pimenta.

Dicas:

Essa receita também pode ser feita com leite integral ao invés de creme de leite.
O purê de cenoura não fica homogêneo como o purê de batata.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Chocotone Branco e Preto



Depois de fazer o primeiro chocotone (chocotone trufado de limão, já postado aqui), fiquei com vontade de fazer um outro que tivesse o recheio de chocolate. Aproveitei a ideia da Izabel e também da Lou na comunidade do orkut e inventei esse recheio. Deu um contraste legal por ser feito de chocolate branco e preto, e ficou muito gostoso!

Ingredientes:

1 chocotone
300 gramas de chocolate ao leite
300 gramas de chocolate branco (reserve 50 gramas para decorar)
1 lata de creme de leite

Modo de preparo:

Tire todo o papel do chocotone e coloque-o sobre um prato. Cuidadosamente, corte uma tampa no chocotone, com uma faca de pão. Com uma colher, cave o miolo (cuidado para não atingir o fundo) e reserve. Numa panela (fogo baixo), derreta o chocolate ao leite com metade da lata de creme de leite. Espere esfriar um pouco e despeje o creme dentro do chocotone. Coloque parte do miolo cavado do chocotone por cima deste creme (despreze o excesso), até cobrir a ganache. Reserve um pouco deste creme na geladeira para fazer a decoração. Em outra panela, derreta o chocolate branco com o creme de leite restante. Despeje dentro do chocotone. Cubra com a tampa e leve para gelar por cerca de 30 minutos. Coloque por cima o creme de chocolate ao leite reservado e decore com chocolate branco picado. Leve para gelar por no mínimo 6 horas e sirva gelado.

Dicas:

Assim como o chocotone trufado de limão, esse tipo de sobremesa não tem uma validade grande, pois o chocotone resseca na geladeira.
Quanto mais gelado, mais gostoso.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Pão de Queijo I


Sempre quis aprender a fazer pão de queijo, já testei vááárias receitas e nenhuma prestou - os pães solavam, ou ficavam oleosos demais ou moles demais. Essa receita ficou perfeita (pelo menos para o meu gosto, meu marido achou um pouquinho seco), nada de óleo escorrendo pelos dedos ou aquele chiclete no meio do pãozinho - detesto pão de queijo puxento. Encontrei essa delícia na comunidade "Culinária - Receitas" do orkut, postada pela Renata.

Ingredientes:

1 copo de óleo
3 copos de leite
3 ovos
1 copo de farinha de milho em flocos
Sal a gosto
400 gramas de queijo curado (usei parmesão)
1 quilo de polvilho doce ou azedo (usei doce)

Modo de preparo:

Bater no liquidifcador os ovos, o leite, o óleo, a farinha de milho e o sal. Despejar essa mistura numa vasilha grande, juntar o queijo ralado e o polvilho. Amassar bem, fazer bolinhas e levar para assar em forno bem quente, pré-aquecido, numa fôrma untada com manteiga.

Dicas:

Aqui em casa, fiz 1/3 dessa receita e rendeu uma fôrma retangular grande bem cheia.
Utilize como medida um copo com capacidade de 250 mL.
Vá colocando o polvilho aos poucos até a massa não grudar nas mãos, fica um pouco pesada, e dá para fazer bolinhas sem esparramar na fôrma.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Pavê de Frutas na Taça


Tinha umas frutas em calda na geladeira e eu queria fazer um doce com elas. Meu marido deu a ideia de utilizá-las fazendo um pavê na taça. Usei 3 cremes bastante conhecidos e a "reunião" deles ficou deliciosa.

Ingredientes:

Para o creme amarelo:
1 lata de leite condensado
1 e 1/2 xícara (chá) de leite
Gotas de essência de baunilha
1 colher (sopa) de amido de milho

Para o creme de chocolate:
1 barra de chocolate ao leite (170 gramas)
1 lata de creme de leite
1 colher (sopa) de chocolate em pó

Para a cobertura:
1 caixinha de chantilly

Para a montagem e decoração:
Frutas em calda a gosto (usei pêssego e goiaba)
Chocolate granulado

Modo de preparo:

Para o creme amarelo:
Misturar o leite condensado, o leite e a essência de baunilha. Quando ferver, abaixe o fogo e coloque o amido de milho dissolvido em um pouquinho de leite. Mexa bem até engrossar, deixe cozinhar por uns 2 minutos e desligue.

Para o creme de chocolate:
Leve todos os ingredientes ao fogo baixo, mexa bem até formar um creme homogêneo. Não deixe ferver.

Para o chantilly:
Bata o chantilly gelado até obter o ponto desejado.

Para a montagem:
Despeje uma porção do creme amarelo no fundo da taça. Coloque pêssegos picados em cubos. Despeje uma porção do creme de chocolate e coloque pedaços de goiaba em calda. Termine com chantilly e decore com o chocolate granulado.

Dicas:
Esse doce rende 8 taças bem cheias: a porção é individual, porém bem grande. Se preferir, faça numa travessa.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Quibe de Batata


Esse prato não tem uma aparência nada bonita, mas garanto que o que ele tem de feio, tem de gostoso rsrsrs. Minha mãe tem uma revista de receitas só com batata, e achei esta perdida por lá.

Ingredientes:

2 batatas grandes (ou 3 médias)
150 gramas de trigo para quibe
150 gramas de presunto
150 gramas de muçarela
300 gramas de "catupiry"
2 colheres (sopa) de requeijão cremoso de qualidade
Sal, pimenta e salsa a gosto
Azeite

Modo de preparo:

Deixe o trigo de molho de um dia para o outro. Escorra bem a água do trigo e coloque numa vasilha. Descasque as batatas e dê uma pré-cozida (o ponto é quando você consegue furar com um garfo, porém com dificuldade - elas devem ficar firmes para ralar) e passe no ralo grosso. Junte com o trigo, coloque sal, pimenta e a salsa, um fio de azeite, misture bem e reserve. Derreta o catupiry com o requeijão e mexa em fogo baixo até formar um creme homogêneo. Num refratário untado com azeite, coloque metade da mistura de trigo e batata. Coloque as fatias de presunto e depois as de muçarela. Despeje o creme de catupiry, coloque outra camada de muçarela e outra de presunto. Cubra com a mistura de trigo e batata restante. Acerte com uma colher e regue com azeite. Leve ao forno até o creme borbulhar. Sirva quente.

Dicas:

Esse prato já é feio, e no dia seguinte fica mais feio ainda rs. Se quer melhorar o aspecto, sugiro uma camada extra de muçarela por cima de tudo, ou queijo parmesão ralado.
Para quem não come carne, é só não colocar o presunto. Na receita original ia apenas o catupiry, eu modifiquei colocando presunto e mussarela.
Use o verdadeiro catupiry, pois ele é o diferencial da receita. Outras marcas não tem o mesmo sabor e nem consistência.
Use um espremedor de batatas para retirar a água do trigo. É mais rápido e mais eficiente.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Feijoada Fresca



Essa feijoada é para pessoas que, como eu, não comem rabo, orelha, pé de porco e outras partes, digamos... "estranhas" do porco rsrsrs. Como sou bem fresca com carne, dei esse nome para uma feijoada que foi feita apenas com bacon, linguiça e filezinho suíno. Não é a tradicional feijoada, e também eu nunca tinha feito (pedi os macetes para minha mãe), mas ficou do jeito que eu queria. A foto é de um jogo para servir feijoada, da arte marajoara, presente de um amigo.

Ingredientes:

500 gramas de filezinho suíno
150 gramas de linguiça calabresa para feijão
150 gramas de bacon
1 e 1/2 xícara (chá) de feijão preto
1/2 cebola picadinha
Temperos a gosto

Modo de preparo:

Limpe e pique o filezinho suíno em cubos. Tempere levemente. Coloque óleo numa panela e apenas sele a carne. Reserve. Frite o bacon levemente, apenas para retirar parte da gordura. Faça o mesmo com a linguiça, cortada em rodelas. Coloque as carnes junto com o feijão na panela de pressão, coloque água até ficar cerca de 3 dedos acima das carnes e do feijão. Depois que a panela pegar pressão, cozinhe por cerca de 35 minutos. Numa panela grande, refogue a cebola no azeite. Despeje a feijoada já pronta e mexa bem. Se necessário, acerte o sal e coloque pimenta. Sirva com arroz, couve e uma farofa de seu gosto.

Dicas:

Para engrossar o caldo da feijoada, amasse com o garfo um pouco do feijão cozido.
Essa feijoada fica mais leve, pois além de não ter todas aquelas carnes que as feijoadas tradicionais levam, boa parte da gordura é retirada na hora de fritar as carnes.
Essa receita não rende muito, serve no máximo 4 pessoas.

domingo, 2 de janeiro de 2011

Pastelzinho de Forno


Esses pastéis são ótimos para aniversários e lanches! A massa é fácil de fazer e você pode rechear com o que quiser. A receita é de uma revista de salgadinhos que ganhei da minha mãe.

Ingredientes:

1 e ½ xícara (chá) de farinha de trigo
½ colher (chá) de sal
3 colheres (sopa) de manteiga
½ xícara (chá) de creme de leite
Farinha de trigo para enfarinhar
Margarina para untar
1 gema para pincelar

Modo de preparo:

Numa tigela, misturar os ingredientes da massa, esfarelando com as mãos e misturando até obter uma bola. Embrulhar em filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos. Em outra tigela, misturar os ingredientes do recheio. Abrir a massa com auxílio de um rolo em uma superfície enfarinhada e corte a massa em círculos, usando um copo. Rechear com porções iguais de recheio e fechar, apertando levemente com um garfo. Transferir para uma fôrma untada, pincelar com a gema e levar ao forno médio, pré-aquecido, por 20 minutos ou até dourar. Servir em seguida.

Dicas:

O recheio deve ser colocado frio sobre a massa. Espere esfriar bem antes de rechear.
Aperte muito bem os pastéis quando for fechá-los, caso contrário, irão abrir enquanto assam.

sábado, 1 de janeiro de 2011

Bolo Gelado de Frutas


Fiz esse bolo para nossa "ceia" da virada ontem, foi nossa sobremesa depois de comer pastéis de forno que vou postar aqui também. A receita eu inventei: queria um bolo leve e geladinho com frutas, então usei a massa de um rocambole, o creme de um pavê e como cobertura, testei uma nova receita de glacê. Feliz Ano Novo!

Ingredientes:

Para a massa:
6 claras
6 gemas
6 colheres (sopa) de açúcar
6 colheres (sopa) de farinha de trigo
1/2 colher (café) de fermento em pó
1/2 colher (café) de essência de baunilha

Para o recheio:
1 lata de leite condensado
1 gema
2 xícaras (chá) de leite
2 colheres (sopa) de amido de milho
1/2 colher (café) de essência de baunilha
Frutas a gosto (usei pêssego e goiaba em calda)

Para o glacê:
1 clara
300 gramas de açúcar de confeiteiro
1 colher (sopa) de suco de limão

Modo de preparo:

Para a massa:
Bater as claras até ficarem bem firmes. Adicionar as gemas peneiradas, uma a uma, sem parar de bater. Juntar o açúcar peneirado, aos poucos. Bater bem e desligar a batedeira. Misturar a farinha e o fermento também peneirados, e por último, colocar a essência de baunilha. Levar para assar numa fôrma retangular grande, forrada com papel manteiga. Esperar esfriar para desenformar.

Para o recheio:
Bater no liquidificador o leite condensado, o leite, o amido de milho, a essência de baunilha e a gema peneirada. Levar ao fogo e cozinhar até engrossar. Reservar. Picar as frutas em cubos.

Para o glacê:
Bater a clara com 1 colher (sopa) de açúcar em velocidade baixa. Juntar o açúcar restante, aos poucos. Quando terminar de colocar o açúcar, juntar o suco de limão coado, aumentar a velocidade da batedeira e bater por cerca de 10 minutos.

Para a montagem:
Forrar o fundo de uma fôrma de bolo inglês com filme plástico. Cortar uma fatia do bolo e colocar na fôrma. Molhar com a calda de sua preferência (usei a calda dos pêssegos em lata). Espalhar um pouco do creme e colocar frutas por cima. Faça o mesmo, até terminar com o bolo. Leve para gelar de um dia para o outro. No dia seguinte, desenformar sobre um prato de servir. Fazer o glacê e decorar a gosto.

Dicas:

Minha fôrma de bolo inglês era pequena, por isso fiz 2 camadas de recheio. Se a fôrma fosse mais funda, essa receita dava para fazer mais 1 camada de recheio.
Não esperei o dia seguinte para desenformar o bolo, e por causa dessa pressa o creme escorreu um pouco, como podem ver na foto. Também acho que podia ter colocado as colheres de amido de milho um pouquinho mais cheias rsrsrsrs. Meu creme não ficou tão cremoso quanto deveria.
Sempre quis achar uma receita de glacê que desse para usar bicos de confeitar. Essa é perfeita, ele não derrete com o calor e nem fica duro na geladeira. Se você não gostar de glacê, use outra cobertura como chantilly, marshmallow, ganache, etc.